<body bgcolor="#FFFFFF"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d19753705\x26blogName\x3dle+fabuleux+destin\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://lfabdestin.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://lfabdestin.blogspot.com/\x26vt\x3d-571507579209464082', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

                

Manchete resumida da minha vida
A morta-viva, escapa das lembranças, reaparece pessoalmente e confude os neurônios de vossa autora.
A ficante irritada, termina o que não tinha começado e pede trégua do término.
A autora maluca, decide sair do armário para o pai e o fará no próximo fim de semana.

Não perca a próxima Manchete resumida!

por Andrea de Lima @ 3/29/2006 04:27:00 PM
 
Palavras- parte 1
Hoje eu aprendi que "propositalmente" está errado e que "propositadamente" é o correto!
Adoro aprender palavras novas!
Eis aqui uma listinha de algumas palavras, que aprendi no livro A casa dos budas ditosos:

1- Apoplético: acalorado.
2- Arrebol: vermelhidão da aurora ou pôr-do-sol.
3- Enervar: tirar as forças.
4- Epítome: resumo da obra.
5- Estuporar (é minha preferida, porque tem vários significados): 1- apavorar, assombrar. 2- cansar-se extremamente. 3- estragar-se, arruinar-se.
6- Falo: pênis.

Uma frase com as palavras novas? Hum... Já sei!

"Ao arrebol, encontrava-se Magnólia, apoplética e estuporada, enervada por seu homem loiro, de olhos azuis, músculos suados e um falo de 20cm. Esse foi o epítome do momento."

Não é à toa que as a palavras se encaixam tão bem, levando em consideração que A casa dos budas ditosos é da coleção Plenos Pecados (viu, Wakko?) e fala sobre a luxúria.

Ai, nossa língua portuguesa-latino-tupi-guarani-greco-romana-francesa-italiana-... não é linda?

Beijos ;**

por Andrea de Lima @ 3/22/2006 03:21:00 PM
 
Perturbada
Ah! Que vida transitória!
Não, eu não sou uma adolescente revoltada que corta os pulsos e mata aula pra beber Itaipava e fumar Marlboro Light. Mas sou uma adolescente-vestibulanda-apaixonada-carente-sentimental-que-sente-saudades, poxa. Dá pra entender?
Como se não bastasse toda a pressão que eu mesma me aplico, vem os professores e repetem, cada um, 27 vezes, a palavra VESTIBULAR. Porra, eu já sei que preciso passar.
Então vem minha mãe e me observa com olhar de reprovação quando saio, sento na frente do computador, durmo, vejo tv. Eu sou ser humano, droga. E meu cu não é de ferro para ficar estudando o tempo todo.
Aí, pra completar, minha mente resolve ficar nostálgica.
Nostalgia oblíqua.
E se pelo menos ela ficasse apenas recordando fatos que eu insisto em obliterar (sem sucesso), não, ela começa a me questionar:
- Será que é jornalismo mesmo o que você quer?
- Será que está certo você não se entregar ao relacionamento por causa da distância?
- Será que custa tanto assim você respirar três vezes antes de voar pra cima do seu irmão?
- Será?
Ai.
Estou com uma perturbação global das funcões psíquicas!

por Andrea de Lima @ 3/12/2006 04:33:00 PM
 
Meninos não choram

Estonteane! É o que resume a história desse filme. Perturba e deslumbra! Como definiria o dicionário.
Ontem, após sorrir, rir, xingar, chorar e sentir raiva de tudo que vi em Meninos não choram, eu me tranquei no quarto e escrevi um desabafo de 4 páginas. Preconceito é uma coisa que me incomoda muito. Não entendo o porquê de tanta aversão, de tanta gente não entender, não aceitar e o pior: não respeitar.
Não vou postar o desabafo, porque como eu disse, foi um desabafo, ou seja, as palavras foram saindo no papel e deve estar tudo confuso. Aí me lembrei de um histórico de MSN que eu salvei.
O título do arquivo é O fora, e é de um papo meu com a Stephs.

c:\fry.exe\commited diz:
ela (uma professora) pegou e perguntou quem achava que homossexualidade era correto. aí só eu e meu amigo levantamos a mão. aí ela disse "ah, claro, pra variar, os do contra da sala". nessa eu já dei a primeira patada: "do contra nao, professora, os de opiniao própria"
c:\fry.exe\commited diz:
aí ela perguntou pq q eu achava que era correto. eu disse que pq pra mim, toda forma de amor é válida, e o que uma pessoa faz com a sexualidade dela nao interfere em nada no seu caráter. aí o pessoal da sala começou a aloprar a profª e ela começou a ficar desmoralizada.
c:\fry.exe\commited diz:
aí ela virou e disse "vc por acaso é homossexual?". e eu disse "se for, o que você tem a ver com isso? simplesmente nao é da sua conta". aí ela disse "tem vergonha de dizer?"... eu disse "não aceito provocação de gente ignorante e preconceituosa, rasha" [sim, eu chamei a profª de rasha].
c:\fry.exe\commited diz:
ela ficou mega puta e começou a dizer que os gays eram imorais e sujos, que a maioria tinha ligação com drogas e que ainda que nao tivessem, a bíblia diz que é pecado. aí eu me emputeci e falei "entao vc leu essa porra de bíblia de ponta cabeça. imoral é você que prega o ódio pros seus alunos, enquanto como educadora deveria ensinar o amor, seja lá de que forma".. nisso a sala já tava em extase
c:\fry.exe\commited diz:
nisso, ela fala "vc nao tem que dizer o que eu devo ensinar". eu rebati "e vc nao tem que dizer com quem devo dormir". "SAI DA MINHA SALAAAAAA"

Ótimo, não?

Até mais ler.

por Andrea de Lima @ 3/07/2006 05:00:00 PM
 
Vontade de escrever

Você acha que as pessoas podem ser definidas de acordo com aquilo que gostam?
Sabe, igual No fabuloso destino de Amélie Poulain, que o autor começa a falar de cada personagem dizendo as coisas que eles gostam e não gostam?! Então! Vou tentar!

Aquela -> é a Andrea. Ela gosta de brigadeiro, andar de bicicleta, conversar com pessoas, rir até a barriga doer, dançar até o pé fazer bolhas, tirar fotos e pagar de cult. Ela não gosta do barulho da unha na lousa, esmalte descascado, sujeira, injustiça, andar no centro da cidade no verão, shopping cheio e festa vazia.

Post bobo, né?

Falemos, então, da vontade de aparecer de cada um.
Por que eu tenho um blog, um flog e orkut? Oras, para que mais senão aparecer?
Mesmo aqueles que não se expõem, estão lá para aparecer. Porque acham que têm algo de bom a mostrar.
Acho hipocrisia aquelas meninas que postam altas fotos, de vários ângulos, dizerem que se acham feias. Bullshit! Se acha linda! Tá, bonitinha, vai? Tá boooom, gosta do branco dos olhos. Que seja, se gosta de alguma forma.
A mesma coisa aquelas pessoas que têm blog, dizerem que não acham que escrevem bem. Pode até ser uma porcaria, mas lá no fundo, ela se acha O Fernando Pessoa.

Enfim, são apenas pensamentos soltos.

Até mais ler!

por Andrea de Lima @ 3/01/2006 12:42:00 AM
 
moi
je par me
Saboreando as pequenezas da vida e tornando-as grandes. Tateando letras e montando um quebra-cabeça de palavras, em busca de alguma elucidação sobre mim, sobre você, sobre o mundo...

 
plus du moins
 
archive
 
aventures récentes
 
 
quincaillerie



blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

stéfis \o/