<body bgcolor="#FFFFFF"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d19753705\x26blogName\x3dle+fabuleux+destin\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://lfabdestin.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://lfabdestin.blogspot.com/\x26vt\x3d-571507579209464082', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

                

De: mim, Para: você
Até assusta! Porque eu não te amo de um jeito comum. Não te amo como amavam os trovadores melódicos sob o luar - apesar de tantas vezes namorarmos à luz da lua. O meu amor por você, se é que posso chamar de amor algo que não é o amor de sempre, é um amor diferente. É um amor que não é fácil, confesso. Ele se confunde, se estranha, se sacode, para, no final das contas, perceber que é você... e só você! Aqui mora um amor lutador, de uma menina-quase-não-mulher, que tão pouco entende sobre relacionamentos e busca constantemente descobrir. Que é cabeça dura, mas tem sabido se deixar levar pelo cheiro do seu pescoço doce. Esse amor é também aprendiz. É um amor que já saiu da fase da paixão pra se deixar amadurecer, mesmo eu sendo eternamente apaixonada por você. E pelo seu sorriso, pela sua risada, pela sua boca e pelo seu carinho. É um amor quase calado, pois, já diria Lulu Santos, "tudo que cala diz mais alto ao coração". E o meu coração, só para você não deixar de estudar por estar lendo isso aqui, já está quase em cardiomegalia, de tanto que você está dentro dele! E às vezes ele grita... Principalmente de saudade. E agora, neste exato momento, ele quase chora e se aperta, por ter te deixado ir embora depois de tantos dias gostosos. Anjo, eu sou muito feliz em descobrir e me descobrir com você! Obrigada por ser essa professora tão dedicada e incrivelmente paciente. E na falta do que falar, só para não fugir da mesmice, eu te amo!

por Andrea de Lima @ 4/26/2009 08:51:00 PM
 
Inovando o namoro: na balada.
Varanda da balada. Sábado à noite. Zero álcool:

- Oooi...
- Oooi... tudo bom?
- Tudo e você?
- Tudo!
- Isso vai parecer um xaveco, mas eu juuuro que não é. Enfim, você vem sempre aqui?
(...)
- Você namora?
- Namoro... e você?
- Também.
- É, então acho que não vai rolar.
- Não, calma! Mas minha namorada mora em Portugal, ela tem barba e tal!
- BARBA E TAL?
Meia hora de risada, depois de quase descer de tirolesa pelos fios que quase encostavam na nossa cabeça, volto a ativa (...)

Fingindo que é um outro dia:

- Oi! Eu te conheço, né?
- Acho que sim!
- É, a gente se conheceu no feriado!
- É verdade!
- E aí, sua namorada ainda tem barba?
- Não, ela raspou.
- Ah é? Com a gilete que você usa nas pernas?
- É.
- Vixe, deve ter lotado a gilete!
- É, sabe quando fica aquele tufo?

Melhor tentar outra tática. A gente nunca leva a sério!

Até mais ler.

por Andrea de Lima @ 4/14/2009 11:58:00 PM
 
moi
je par me
Saboreando as pequenezas da vida e tornando-as grandes. Tateando letras e montando um quebra-cabeça de palavras, em busca de alguma elucidação sobre mim, sobre você, sobre o mundo...

 
plus du moins
 
archive
 
aventures récentes
 
 
quincaillerie



blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

stéfis \o/